Logo Hortas Biológicas

COMO FAZER SABÃO INSETICIDA

Sabão Inseticida

 


O sabão inseticida tem mostrado ser um poderoso auxiliar na luta contra as pragas da horta e não só. Também apresenta bons resultados nas árvores de fruto e até nas plantas de interior que temos em casa.

Há muitos anos que os sabões são usados para controlar as pragas de insetos.Ao ser aplicado sobre os insetos, vai danificar a camada cerosa que serve de proteção e impedir a respiração. Além de serem eficazes, são uma solução de baixo custo, simples de fazer e de usar em qualquer momento. Também são uma alternativa que é amiga do ambiente pois não deixam resíduos prejudiciais, não são tóxicos para animais e aves e graças à sua ação seletiva, não prejudicam os insetos benéficos como as joaninhas e outros.

São apropriados para eliminar os insetos de corpo mole como afídios (piolhos e pulgões), moscas brancas, ácaros e cochonilhas. Ao ser aplicado sobre os insetos, vai danificar a camada cerosa que serve de proteção e impedir a respiração. O resultado é a morte por asfixia.

Além da sua ação inseticida, podem também ser usados de modo preventivo. Através de aplicações regulares impedem que lagartas e percevejos se instalem nas plantas. Destacam-se ainda as suas capacidades para combater algumas doenças e fungos.

Existem à venda produtos com designação de Sabão Vegetal Concentrado ou sabão de Potássio. Alguns destes produtos, estão disponíveis em forma de concentrado e basta seguir a dosagem do rotulo de acordo com o uso pretendido. Outros, são vendidos diluídos e prontos a usar. Pode sempre optar por esta solução. No entanto, é mais económico e prazeroso fazer em casa o seu próprio sabão inseticida.

Como preparar em casa
Existem várias maneiras de fazer um sabão inseticida. A forma mais usada é a que descrevemos de seguida:
Ingredientes para 10 litros de calda:
-10 L de água (pode ser da torneira ou poço, mas se a sua água for “dura” é preferível usar engarrafada).
-200 gr de sabão de potassa ou sabão azul
-100 ml de óleo vegetal (girassol, milho, amendoim ou outro)

Misture o sabão em 5 litros de água (se utilizar sabão sólido, dilua em água morna mexendo com frequência até estar bem diluído ou se preferir pode deixar na água a dissolver de um dia para o outro. Pode também ralar o sabão pare ser mais fácil a diluição). Acrescente aos poucos o óleo vegetal, mexendo sempre. Misture os restantes 5 litros de água. Deixe arrefecer por completo antes de usar.

Fórmula alternativa:
Dissolver 150 gr de sabão azul em 1,5 litros de água. Depois de fria, esta solução fica um pouco solidificada e pode ser guardada para futuras utilizações. Quando precisar de usar deve retirar cerca de 1dl de preparado, amornar para ficar líquido e acrescentar 2 litros de água. Pode também adicionar 1 colher de sopa de álcool etílico a 90%. Agitar e pulverizar.

Em qualquer destas misturas, podem ser acrescentados outros ingredientes que vão aumentar os efeitos da calda. Por exemplo: se adicionar uma colher de chã de pimenta vermelha picada ou de alho picado, vai servir para repelir ainda mais insetos mastigadores. Se juntar uma colher de chá de vinagre de cidra, vai ajudar na remoção do oídio.

Aplicação
Como acontece com qualquer preparado caseiro, deve sempre ser feito um teste numa parte da planta para termos a certeza que não vai causar nenhum dano.

As pulverizações devem ser feitas de preferência de manhã antes do sol esquentar. Contudo deve-se evitar aplicações em dias de muito calor com temperaturas superiores a 28ºC pois pode ocorrer alguma fito-toxicidade. Também deve-se evitar pulverizar em dias muito ventosos. É importante certificar-se de que as zonas da planta atacadas pelos insetos ficam bem molhadas.

Devido à possibilidade de o óleo criar uma película sobre os estomas (orifícios existentes nas folhas por onde se fazem as trocas gasosas entre a planta e o meio externo) a planta deve ser regada abundantemente antes da aplicação da calda, para compensar a eventual deficiência de oxigenação.

As aplicações podem ser feitas em qualquer fase do desenvolvimento da planta.
Não existe intervalo de segurança entre a aplicação do produto e o consumo das plantas.


DESTAQUES

BORRAS DE CAFÉ
FLORES NA HORTA
PLANTAS INDICADORAS

RELACIONADO

òleo de Neem

Óleo de Neem

Cavalinha Equisetum

Extrato de Cavalinha

 Chorume de Urtigas Slurry Nettles

Como fazer Chorume de Urtigas

Siga-nos